segunda-feira, setembro 5

- dance.




Os corpos suados e entorpecentes tomam conta da minha visão limitada cruzando todos os lados por onde olho, e pela primeira vez, isto não é ruim. A lua ilumina o céu escuro, e o chão vibra no ritmo na música alta e extasiante. Sinto como se o mundo se movesse ao meu redor e meus pés movimentam-se acompanhando a batida vidrante. Os movimentos simultâneos acontecem em câmera lenta de acordo com o que meus olhos captam, e a essência da espontaneidade penetra em cada veia do meu corpo dançante. A melhor forma de superar, percebendo que existem pessoas no mundo que simplesmente não valem à pena, mas mesmo assim não deixar de perceber que existem oportunidades na vida que nunca devem ser passadas em vão. E enquanto eu vou aprendendo, eu continuo na pista.


<a href="http://www.youtube.com/watch?v=p02tsqZHqKQ?hl=en&amp;loop=1"><img alt="Play" src="http://www.gtaero.net/ytmusic/play.png" style="border:0px;"></a>

Por Alexandre Tavares.

2 comentários:

  1. E mais uma vez você me surpreende e me encanta com seus textos e suas palavras. Não sei explicar em palavras exatamente as sensações que eu tenho quando eu leio seus posts, mas são sempre boas e inspiradoras. E por falar em inspiração, de onde vem a sua? Eu ando precisando de um pouco.


    http://www.rienpersonnel.com/

    ResponderExcluir